terça-feira, junho 17, 2008

Casa Cor Paraná 2008

Gente, desculpa o tamanho do post, mas não dá para deixar em branco a Casa Cor. A maioria talvez não saiba, mas a revista é feita em Curitiba e raramente vou a São Paulo, por isso, vou falar da edição daqui. Quem foi na de SP e quiser comentar vai ser muito bem vindo!

Engraçado. Eu estou trabalhando com design há um ano e meio (o que é nada) e mesmo adorando arte, design, objetos e arquitetura, eu nunca havia ido a uma Casa Cor. Desta vez tive o imenso prazer de entrar com o pessoal da imprensa representando a abcDesign.

Bem, primeiro que a Casa Cor deste ano, em Curitiba, foi num local bem diferente que dos anos passados. Aconteceu em um dos mais tradicionais clubes da cidade, o Concórdia, e admito que foi estranho para mim, já que meu baile de formatura havia sido lá.

Com certeza foi uma grande felicidade para o Clube ter sido escolhido como palco do evento, já que o local ganhou diversas restaurações de pisos e ambientes, inclusive toda a parte elétrica e hidráulica foi renovada.

Esta foi a 15ª edição da Casa Cor em Curitiba, então, edição de aniversário! O tema foi bastante regional: “o estilo Curitiba de viver” e foi ele quem inspirou os 120 arquitetos a fazerem os 73 ambientes que compuseram a Casa Cor deste ano (um recorde!).

Da bilheteria à garagem, passando pelo hall, pelas salas (com os mais variados objetivos), pelos quartos, banheiros, cozinha, casa da praia (o meu conjunto de ambientes preferido), lofts, lojas, bares. Todos os tipos de ambientes foram contemplados.

Admito que senti falta da cor nos ambientes. Predominaram os tons de marrons, pretos e brancos com toques bem sutis de cor. Afinal, a moda está tão colorida, a arte, o design gráfico estão tão coloridos, que achei que a falta de cor e as combinações batidas, como branco e preto com um toque de vermelho, ficaram fora das tendências.

Em compensação, o grafismo, os patterns, os florais marcaram presença em todos os ambientes, o que é legal e dá um toque especial.

Vamos ver alguns dos ambientes e vou destacando os que achei mais legais.

O Hall de Entrada (Eduardo Mourão e Regina Bruni) e a recepção (Fernando Schwertner) estavam bem lindas, com destaque para a namoradeira de fibra natural e para a pintura na parede da recepção. (Foto Hall: Daniel Katz, foto Entrada: Andréa Paccini )

Loft: 100% design, da arquiteta Priscila Müller, estava bem equilibrado, mesclando peças antigas e de design contemporâneo. Ambiente bastante orgânico e aconchegante. (Foto: Daniel Katz)

Sala de Jogos e Lareira, dos arquitetos Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande, todo em tons dourados e branco. Destaque para a mesa de sinuca, um luxo! (Foto: Daniel Katz)

Escritório de design e cores, da designer Rosely Salermo estava interessante, exceto pelo chão de areia com vidros em cima. Ela disse que não quebraria, mas a sensação era bem essa! Nota 0 para aquele chão! (Foto: Daniel Katz)

A Adega, dos arquitetos Thiago Florenzano e Luciana Olesko estava bem modernoso. Adorei a estante para os vinhos que tinha um desenho geométrico bem diferente, mas dispensaria o revestimento na parede imitando cobra, nada eco-friendly. (Foto: Diego Pisante)

O Toilette Social masculino (de André Bertoluci) estava bem mais bonito que o feminino. Adorei o mosaico de espelhos. Aliás, espelhos não faltaram nessa Casa Cor! (Foto: Daniel Sorrentino)

A Sala Multimídia e Leitura (Renata Zeny Marques Hczok) também merece um destaque. Aqui fica uma opinião muito pessoal, porque foi o primeiro lugar a usar uma combinação de cores mais ousada. (Foto: Andréa Paccini)

O Quarto da Moça (Giorgine Biff e Liciany Ribeiro) chamou a atenção de todos (e a minha também) pela cama diferente! Agora, olhem a falta de visão dos arquitetos nesse tempo de modernidade. A cama da moça é de solteiro, mas a do Jovem Masculino é de casal. Que atraso de pensamento, mas tudo bem. Curitiba é meio conservador demais mesmo. (Foto: Daniel Sorrentino)

Os ambiente melhor aproveitados foram no terceiro andar do Concórdia, que por sinal, foram todos totalmente restaurados! Ninguém nem sabia que havia um terceiro andar, e ele estava todo deteriorado. Muito legais os trabalhos feitos nestes espaços que era minúsculos, com pé direito baixo e com teto que inclinava ainda por cima (não sei termos técnicos de arquitetura!)

Cozinha (Andrea Arns e Fabíola Colombo Mourão), Copa (Simone Carneiro e Daniela Sumida), Banheiro (Cristina Kizltyka e Mônica Sanches) e Rouparia (Cíntia Lara, Janaína Bazzo e Denise Bazzo) ficaram com espaços muito bem aproveitados! (Fotos: Diego Piesante e Andréa Paccini)

Loft de um Designer da Indústria Automobilística merece uma menção honrosa! Da designer Carla Gil Heller, o ambiente ficou tão legal que fez parecer o máximo dormir com o carro ali do lado. Sem contar que tinha um dos nossos livros decorando o lugar (abc do Rendering Automotivo) que a gente achou o máximo!

A Book Shop (Cristiane Dias, Jeslayne Valente e Jane Rocha) tinha um painel da Ópera de Arame que eu adorei e deu um toque especial ao espaço. (Foto: Daniel Sorrentino)

Os Lofts, ah os lofts... A tendência, hoje, é ambientes cada vez menores e funcionais, né? Eu acho ótimo, menos espaço para limpar, tudo ali fácil de chegar... O do Jovem Pai (Carla Kiss) ficou um mimo. (Foto: Diego Pisante)

A Casa de Praia quase inteira estava show! A Varanda e a Fachada (Vera Cortes e Cássia Dias) cheia de latinhas com plantas ganha nota 10, assim como a cozinha (Varínia Schwartz) com aquela mesa e painel incríveis.

O Living (Mariana Paula Souza) e o Banheiro Privativo (Daniela Franco Rossi e Camila Pesenti) foram os ÚNICOS ambientes de toda a Casa Cor que ousaram a usar uma cor mais viva. De maneira geral, a Casa está bonita, e vale a pena conferir. Os arquitetos refletiram mesmo o tradicionalismo e conservadorismo curitibano (que era o tema do evento), então, não fizeram nada além do que foi proposto. (Fotos: Andréa Paccini e Daniel Katz)

Casa Cor 2008

Onde: Clube Concórdia. Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 815, Centro, Curitiba/PR

Quando: de 13 de junho a 20 de julho, de terça a domingo.

Telefone para informações: (41) 3022-6630.

3 comentários:

Daniel Campos disse...

Mari, que maravilha isso!!
Eu amo design de interiores. é oq ue eu chamo de "Arte Moderna" de fato!

Aqui em Campinas (moro há 25km de Campnas!rsrs) até domingo rolou o Campinas Decor, onde eles reformaram a mais famosa estação de trem da região. Ela esta um caco, abandonada e o trabalho feito lá foi incrivel!

Infelizmentementementemente eu não consegui ir! =/

Entra la no site pra vc ver Mari, vc vai curtir!

http://www.campinasdecor.com.br/2008/site.html

Grande bjo
Dani

Lu Dalledone disse...

um luxo essa casa cor paraná 15 anos, vale a pena ir e eu fui! (valeu Mari!).

oscar disse...

pois é..
mais curitibano impossível.
dourado, dourado, dourado...
espelhos, espelhos, espelhos...
preto e branco, preto e branco, preto e branco....
brilho, brilho, brilho..
novidades.. (ops..onde?)
a grande maioria dos espaços enjoa facilmente e morar neles realmente me parece cansativo, tal é o exagero nas propostas. quem sabe a ideia seja como um desfile de moda, onde não é necessário dser prático e usável, mas sim ousar.
"loft da jovem atriz".. só se ela for milionária para ter tudo aquilo em começo de carreira!
quem dera ver um espaço simples.. mas realmente ousado nas propostas arquitetônicas e não um mero conjunto de patrocinadores expondo seus móveis, tecidos e objetos.