quarta-feira, julho 16, 2008

Pixel Show - preços promocionais e mais nomes confirmados

O Pixel Show está com outros nomes bem legais confirmados para o evento. Além daqueles que eu já tinha comentado, vai ter:

Ricardo Tatoo - homem por trás da idéia da TV Kills, gerada pelos tempos em que trabalhou com cenários e aberturas de televisão. Seus primeiros passos foram com o começo do sencil-graffiti no Rio de Janeiro e São Paulo, onde grafitou no MASP, novelas para a Rede Globo e TV Cultura. Aos 23 anos já assumia o posto de diretor de arte das marcas Cavalera e Vision Streetwear até a criação de seu estúdio "Célebro Direção Criativa" (2003) onde prosseguiu atendendo grandes grifes como Opera Rock, Zoomp e TNG, além do envolvimento em artes e cenários para bandas brasileiras como o Sepultura, Cordel do Fogo Encantado e Inocentes. Sua assinatura TV Kills, hoje, produz camisetas, estamparia, lambe-lambes e graffiti voltados à crítica da cultura de massas.

COMBUSTION - Marcelo Baldin é paulistano, diretor de arte e estudante de música desde os 6 anos de idade. Após trabalhar no estúdio Grafikonstruct e desenvolver seu lado de criação aliada à música, Baldin tornou-se conhecido como Sound Designer, fazendo a sonoplastia de grandes e premiados trabalhos do design mundial. Em sua lista de clientes, há nomes como Nintendo, Mexx, Lucky Strike, Nickelodeon, Wired, Mercedes-Benz, Lincoln, Marlboro, Cadillac, L&M e Nestlé. Seu primeiro experimento musical pessoal veio este ano, sob o nome de Combustion, tendo cerca de 15 mil downloads em apenas 3 semanas e acordos com o selo alemão Hymen Records. Combustion defende a teoria de que trabalhos sem a aliança com o áudio com o visual podem estar comprometidos e que as artes gráficas devem expandir seus horizontes para outras mídias.

JUM NAKAO (moda) - estilista e diretor de criação. Sua participação no São Paulo Fashion Week de 2004 trouxe a performance memorável em que as modelos rasgaram roupas feitas em papel vegetal - o que lhe conferiu a homenagem de Desfile da Década na comemoração de 10 anos de moda no Brasil. Foi convidado em janeiro de 2006 pelo Galliera, Fashion Museum of Paris, para figurar entre os mais representativos trabalhos de Moda de todo o século XX até hoje. Seu currículo de exposições envolve o Museu Oscar Niemeyer, o Palácio do Itamaraty, o Museu Nacional, o Festival Bienal de Artes da Nova Zelândia e o Museu de Arte Contemporânea de Tokio. Atualmente participa de palestras , workshops, consultorias, como professor e desenvolvendo projetos com instituições, museus e fundações no Brasil e no exterior.

IAN STRAWN (artista plástico) - Ian Strawn é nascido em São Bernardino, Califórnia, em uma família de artistas. Já viveu em Los Angeles, Oregon, Utah, Pensilvânia, Nova Jersey, Maryland, Washington e na Nova Zelândia - tornando seu passado nômade o alimento de um trabalho voltado à retratação de pessoas. Suas pinturas, de senso foto-realístico, têm apelo gráfico e oferecem análises visuais da figura humana e da vida nas cidades. Ian Strawn vive atualmente no nordeste dos Estados Unidos e tem exibido trabalhos em Los Angeles, Denver, Chicago, Salt Lake City, Boston, San Francisco, Nova Iorque e Londres.

Aliás, o trabalho de Strawn, que eu não conhecia, é muito legal. Gosto muito de pinturas hiper-realistas.

Vai estar bem legal hein! Além disso, pagando antecipado fica bem mais em conta.

Aqui embaixo vai uma amostra do trabalho do Strawn...


Um comentário:

Daniel Campos disse...

putz, que massa meo!!!
estarei lá!hahahaha

bjs Mari